Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

ASN AC 03/06/22 às 14:18 Atualização 06/06/22 às 13:11
Compartilhe

Sebrae, MMA, Embrapii e Governo do Acre promovem ciclo de palestras voltado à Bioeconomia

Por Anna Souza
ASN AC 03/06/22 às 14:18 Atualização 06/06/22 às 13:11
Compartilhe

O Ciclo de Palestras de Oportunidades para Negócios da Bioeconomia, realizado pelo Sebrae no Acre, aconteceu nesta segunda-feira (25), em Rio Branco (AC), e contou com a participação do Ministério do Meio Ambiente (MMA), por meio da Secretaria da Amazônia e Serviços Ambientais, da Empresa Brasileira de Pesquisas e Inovação Industrial (Embrapii), e do Governo do Estado do Acre. A iniciativa busca fomentar e apoiar o desenvolvimento do empreendedorismo inovador nos temas da bioeconomia na Amazônia.

Francinei Santos, diretor de Administração e Finanças do Sebrae, ressaltou os esforços para fortalecer o ambiente de negócios por meio das startups. “O MMA e a Embrapii escolheram o Acre exatamente para juntar recursos, ações, para que a gente possa desenvolver todo o trabalho do viveiro de inovação, da câmara técnica de inovação, e esse trabalho empreendedor é feito com as instituições para fortalecer principalmente as novas ideias, ideias disruptivas, que possam solucionar problemas a partir de insumos da nossa biodiversidade”, disse.

O MMA, por meio do programa Floresta+ Empreendedor, tem como prioridade capacitar líderes empreendedores, valorizar o mercado de serviços ambientais e conectar os pequenos empreendedores aos pagadores de serviços ambientais. Já a Embrapii, em parceria com o Sebrae, fomenta a inovação com atuação, que permite agilidade, flexibilidade, risco reduzido na tecnologia e mercado para as startups, além de compartilhamento dos recursos disponíveis.

“A Embrapii é uma rede de centros de pesquisa no país todo, que busca fomentar, colocar os pesquisadores, mestres e doutores, à disposição dos empreendedores, para ajudá-los a levar soluções do laboratório até o mercado, e a gente coinveste, sem cobrar juros, são recursos não-reembolsáveis onde pagamos parte dos recursos para o empreendedor conseguir inovar”, destacou José Menezes, representante da Embrapii.

Ainda durante o evento, foram apresentados os Resultados do Inova Amazônia no estado do Acre, que obteve 170 projetos inscritos e após um processo de pré-aceleração selecionou 30 startups para aceleração, com o tema de bioeconomia e sustentabilidade, no SebraeLab da Universidade Federal do Acre (Ufac).

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF

Notícias relacionadas